top of page

Vida é Verdade – Decisões Emocionais, Argumentos Racionais

“A verdade sempre prevalecerá”

Decisões Emocionais, Argumentos Racionais

“Tomamos” decisões emocionais e “justificamos” com argumentos racionais, que “são fruto do consciente”, “representando nossos” mecanismos de defesa. Porque “você não abre” o “próprio negócio” com o qual “tanto sonha”? Esteja “atentos” as “mentiras” que brotam da “racionalidade”. Procure “ver as coisas” como “elas realmente são”.

Se você “não confia” em “seu potencial”, sua “vida diminuirá” e você apenas “sobreviverá”, com “infelicidade” no emprego, no relacionamento, “sem alegria” de continuar. “É isso mesmo que quer” para a sua vida?

Uma amiga, personal trainer, “atendia”, no máximo “dois clientes” por aula, “mas” sempre “sonhou” em trabalhar com “mais pessoas”. Para isso, “teve que” “vencer o medo” e se “lançar” na internet, “colocar a cara” no Instagram. Deu certo.

“O poder” “está em nós”, precisamos “ter consciência” para sermos capazes de “despertá-lo”.


“Conheço pessoas” que gostaria, de “iniciar um projeto”“como produzir” conteúdo para as “redes sociais”, mas “não começam” “por não se sentirem prontas”. Sentem “medo” e usam a “insegurança” como desculpa. “Você é assim?” Quando “acredita” que “estará” totalmente “preparado”? “Afirmo a você” “que jamais”, porque “nunca achamos” que “estamos prontos” para fazer “algo diferente” e, na maioria das vezes, maior do que estamos acostumados.


“Por exemplo”, no primeiro Leis da Vida On-line “não estávamos” totalmente preparados, “não sabíamos” como fazer um treinamento virtual. “Fizemos tudo” em casa, com os equipamentos “que tínhamos” e com a “nossa equipe”. “Eu não sabia”, metodologicamente, “fazer o treinamento” no formato mais preciso. “Digamos que” não conhecíamos “um modelo ideal” e “não sabíamos”, muito menos, “operar todos” os sistemas necessários, como o chat com os alunos. Sinceramente, “eu não sabia se ia dar certo ou não”. “Mas” estava em “movimento”, fazendo “o que” “deveria ser feito”.


As “nossas mentes” – a minha e a dos integrantes da minha equipe – “tentara”, “mas felizmente” fomos “mais fortes” do que “as mentiras” que “os nossos conscientes” nos contaram. “Deu tudo certo” e o evento foi um sucesso.


Autor: Marcel Scalko


Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page