top of page

LIDERANÇA – Seguindo Minha Paixão

Seguir a sua paixão é o segredo para alcançar o seu potencial. Você não consegue chegar ao melhor de seu potencial sem perseguir sua paixão. Lembro-me muito bem do incidente em minha vida que me levou associar paixão e potencial. Foi em Hillham, no estado de Indiana, que assumi o meu primeiro emprego como pastor da igreja de uma cidadezinha. Não havia muito para se ver. O prédio da igreja tinha mais de um século de existência. O telhado estava arqueado e as paredes, curvadas. No meu primeiro culto dominical naquele lugar, três pessoas compareceram – e duas delas eram eu e minha esposa, Margaret! A maioria dos líderes ficariam desencorajada com aquela situação, mas eu não.

Minha paixão por fazer a congregação crescer naquela comunidade rural não conhecia limites. Quando alguns amigos vieram visitar a mim e a minha esposa, na mesma hora levei para conhecer a minha igreja num passeio que durou mais ou menos trinta segundos! Eu não estava preocupado com o lugar, com o prédio velho, com a baixa frequência dos membros ou mesmo com a minha falta de experiência. Eu estava cheio de paixão. Queria ajudar as pessoas.


A paixão é um recurso inacreditável para qualquer pessoa, mas especialmente para os líderes, fazendo nos prosseguir quando outros desistem, contagiando e atraindo parceiros, impulsionando-nos quando precisamos atravessar aqueles momentos mais difíceis, dando-nos uma energia que até então não sabíamos possuir. A paixão estimula de maneiras que os recursos não conseguem:


  • Talento : nunca é suficiente para nos capacitar para alcançar o nosso potencial. Há muita gente no mundo com grande talento natural que nunca alcançou sucesso pessoal ou profissional. Estou tão convicto disso que escrevi um livro a respeito, chamado “Talento não é Tudo”. Para ser um líder bem sucedido – e uma pessoa bem sucedida -, você precisa mais do que talento.


  • Oportunidade: ela nunca nos levará ao topo sozinha. As oportunidades podem abrir as portas, mas a jornada de sucesso costuma ser longa e difícil. Sem a paixão que sustenta quando a situação fica difícil, as pessoas não aproveitam a maioria das suas oportunidades e nunca alcançam seu potencial. Como afirma o meu amigo Howard Hendricks: “Não coloquem ovos vivos debaixo de galinhas mortas”. É por isso que as oportunidades são para as pessoas que têm paixão.


  • Conhecimento: pode ser um grande recurso, mas não fará de nós “tudo quanto podemos ser”. Ser inteligentenão faz ninguém um líder. Ter credenciais ou graduação acadêmicas também não. Alguns dos piores presidentes dos Estados Unidos eram considerados os mais inteligentes. E alguns dos maiores como Abraham Lincoln, dispunham de formação educacional reduzida. A educação formal não faz de você um líder. Tenho três diplomas de faculdade, inclusive um doutorado, mas acredito que eles contribuíram pouco para meu sucesso como líder.


  • Uma ótima equipe: pode ser insuficiente. É verdade que os líderes não podem ser bem sucedidos se não puderem contar com uma boa equipe. Mas dispor de uma equipe de qualidade não garante o sucesso. Uma equipe que não coloca o coração no que faz e uma liderança fraca não alcançam o sucesso. Além disso, se uma equipe começa forte, mas é orientada por um líder fraco e sem paixão, ela também acaba ficando fraca e sem paixão.


Fonte: John C. Maxwell

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page