top of page

LIDERANÇA – Porque os Líderes que ouvem são mais eficazes

Exatamente pelo desejo de desenvolver minha capacidade de ouvir, há muitos anos tenho observado o comportamento de vários líderes e prestando atenção em como os mais eficazes sabem fazer isso. Cheguei a algumas conclusões sobre o impacto que essa prática – a de saber ouvir – exerce sobre a liderança:

1. Entenda as pessoas antes de começar a liderá-las

A principal fonte da liderança está na capacidade de entender as pessoas. Para se tornar digno da responsabilidade que cabe a um líder, é preciso conhecer o que se passa no coração dos liderados. A sensibilidade em relação às esperanças e aos sonhos dos membros de sua equipe é essencial para o estabelecimento de interação, assim como é primordial para motivá-las. Não é possível estabelecer interação se você não se esforça para ouvir e compreender. Se você deseja criar uma relação eficiente de conexão com outras pessoas, assuma o objetivo de compreendê-las melhor.


2. Ouvir é a melhor maneira de aprender

Não é por acaso que temos uma boca e duas orelhas. Quando deixamos de ouvir, bloqueamos uma parte considerável de nosso potencial para o aprendizado. É provável que você tenha ouvido essa afirmação: “Só acredito vendo”. Bem, o mesmo vale para o que ouvimos. O apresentador de talk show Larry King afirmou certa vez: “Toda manhã, procuro me lembrar do seguinte: nada do que eu disser hoje me ajudará a aprender coisa alguma. Portanto, se quero aprender, só posso fazer isso ouvindo”.


Em conversas, costumo receber um número de exclamações de surpresa pelo fato de eu, apesar da minha experiência, não tentar ensinar sobre liderança, mas me colocar na condição de ouvinte e aprendiz, como se meus interlocutores fossem os professores. Se eu não tivesse agido dessa maneira, não teria aprendido nada. Hoje em dia, continuo ouvindo e aprendendo com muitos daqueles líderes, que se tornaram meus amigos depois daqueles encontros.


3. Saber ouvir pode impedir que os problemas se avolumem

Um provérbio da tribo cherokee afirma: “ouça os murmúrios para não ter de ouvir os gritos”. Bons líderes atentam as pequenas questões. Eles prestam atenção à própria intuição. Também estão sempre muito atentos ao que não é dito. Isso exige mais do que a habilidade de ouvir – requer uma boa compreensão do ser humano. Também significa ser suficientemente seguro de si para estabelecer uma relação de honestidade na comunicação com as pessoas, e não ficar na defensiva quando elas agirem assim. Para se tornar um líder eficaz, é importante deixar os outros dizerem o que você precisa ouvir, e não necessariamente o que gostaria de ouvir.


Um erro comum que costuma acontecer a quem tem autoridade é a impaciência. Líderes gostam de resultados. Infelizmente, esse jeito de agir fazem com que deixem de ouvir. No entanto, um ouvido mouco é o primeiro sintoma de uma mente bitolada, e ter uma mente bitolada é um caminho infalível para atrapalhar sua liderança.


Quanto mais alto é o nível da liderança que se atinge, maior é a autoridade que se tem nas mãos e menor é a disposição de ouvir o que outros tem para dizer. Contudo, a necessidade de ouvir também se torna maior do que nunca! Quanto mais se afastam da linha de frente, mais os líderes dependem de outras pessoas para adquirir dados precisos. Se não formam o hábito de ouvir - de maneiras atenciosa e inteligente -, não conseguirão dispor das informações de que necessitam. E quando um líder permanece sem saber de nada, os problemas da organização tendem a piorar cada vez mais, sejam eles quais forem.


4. Saber ouvir estabelece uma relação de confiança

Líderes eficazes são sempre bons comunicadores, mas isso significa muito mais do que apenas falar bem. David Burns, médico e professor de psiquiatria da Universidade da Pensilvânia, explica:

“O maior erro que alguém pode cometer ao tentar falar de modo convincente é priorizar a expressão das próprias ideias e dos próprios sentimentos. O que as pessoas mais desejam é ser ouvidas, respeitadas e compreendidas. A partir do momento que elas percebem que estão sendo compreendidas, sentem-se mais motivadas para entender o seu próprio ponto de vista.”


Quando um líder ouve as pessoas que o seguem e usa o que elas dizem para promover aprimoramentos que beneficiam a todos e a organização, os liderados ficam à vontade para depositar sua confiança nele. No entanto, o líder faz o contrário (ou seja, deixa de ouvir) prejudica o relacionamento entre ele e aqueles que o seguem. Quando os liderados deixam de acreditar que seu líder os ouve, começam a procurar por alguém que o faça.


5. Saber ouvir fortalece a organização

A conclusão é que, quando o líder é capaz de ouvir, a organização fica ainda melhor. O ex-presidente da Chrysler, Lee Iacocca, afirmou: Saber ouvir pode fazer a diferença entre uma empresa grande e outra medíocre”. Isso significa dar ouvidos a todas as pessoas que ocupam todos os níveis da organização: clientes, funcionários e outros líderes também.


É possível ser um líder sem saber ouvir? A resposta é “sim”. Funcionários de empresas de todo o mundo trabalham para pessoas que não as ouvem. Mas é possível ser um bom líder sem saber ouvir? A resposta é “NÃO”. Ninguém pode chegar ao nível mais alto e levar junto sua organização se não é capaz de ouvir os outros. Isso simplesmente não acontece, pois você nunca consegue extrair o melhor de sua equipe se não sabe quem são as pessoas que a compõem, aonde elas querem chegar, com que se preocupam, como pensam e que tipo de contribuição podem oferecer. Só dá para descobrir essas coisas quando há disposição para ouvir. O escritor e orador Jim Rohn afirma: “Um dos maiores presentes que se pode dar a uma pessoa e a ATENÇÃO



Fonte: John C. Maxwell


コメント


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page