top of page

O Modelo Convencional de Construção Civil no Brasil


Um modelo convencional de construção e gestão de projetos possui problemas típicos em suas diversas fases, desde o desenho dos projetos, passando pela execução, operação e manutenção:

  • Baixa experiência e formação dos profissionais em novos Sistema de Gestão e Planejamento de Obras – terceirização do Planejamento para Mestres e Encarregados;

  • Controles de qualidades ineficazes, baseados na experiência dos colaboradores e sem padronização;

  • Baixo envolvimento dos Gestores na análises e solução dos problemas – elevados índice de delegação;

  • Projetos (desenhos) com elevados índices de erros e atrasos nas entregas;

  • Falta de interesse das empresas na formação e capacitação dos colaboradores, devido à constante troca dos mesmos entre projetos e empresas;

  • Falta de Gestão das Interfaces entre interlocutores e Stakeholders envolvidos nas diferentes fases do projeto;

  • Falta de transparência e problemas de comunicação entre as partes interessadas;

  • Baixa produtividade comparada a outras indústrias;

Como consequência dos pontos citados acima e de muitos outros, podemos citar: excesso de paralelismos ao final do projeto(obra), atrasos constantes nas fases intermediárias e final, elevado índice de reclamações por baixa qualidade, aumento do número de acidentes de trabalho, colaboradores com problemas ergonômicos, excesso de claims (alterações de projeto que causarão negociação e aumento dos custos, sobre preços, etc).

Fonte:Iopex


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page