top of page

Princípio 01 - Valor​


Antes de descrever o que é VALOR na visão do cliente, gostaria de colocar umas perguntas para reflexão ao ler este artigo. Porque existe o trabalho? Porque existe várias profissões? Porque umas empresas são mais eficientes do que outras no mesmo segmento de negócio? E aqui entra a palavra valor.

O que é VALOR na visão do cliente ?

Para o cliente, a sua necessidade específica “gera o valor", e cabe às empresas determinarem quais são essas necessidades, qual é este valor, procurar satisfazê-los e cobrar por isso um preço específico para mantê-las no negócio e aumentar os lucros via melhoria contínua dos processos, reduzindo os custos e melhorando a qualidade.

E o que as empresas devem fazer para gerar valor para os clientes ? Os clientes evidentemente, irão procurar, negociar e comprar produtos ou serviços que atendam às suas necessidades financeiras, de prazos de entrega e expectativas de ser muito bem atendido até a entrega e também do pós entrega. E para que as empresa possam gerar este valor nos produtos ou serviços é preciso identificar o que gera e o que não gera valor aos clientes.

Um dos principais pontos que não gera valor para os clientes e muito menos para a empresas são os desperdícios incorporados nos custos, na qualidade e na pontualidade dos produtos ou serviços a serem entregues aos clientes. São 7 desperdícios nos processos: Esperas, Defeitos ou Retrabalhos, Transportes, Movimentações, Estoques, Super processamento, Excesso de Produção. E para minimizar os desperdícios nos processos de produção das obras civis residenciais, uma das maneiras é aplicar na prática os conceitos e as ferramentas da Lean Construction.

Nos custos do produto apartamento residencial, temos incorporados os quatro principais recursos: materiais (50%), mão de obra (40%), máquinas ou equipamentos (5%) e metodologia de trabalho (5%). Os percentuais da composição dos custos são aproximados para um melhor entendimento. E para gerar valor ao cliente, é preciso identificar os desperdícios e eliminá-los. O gerenciamento da execução das obra com a visão e ações lean responde por 60 a 70% dos resultados, os processos lean aplicados à produção responde de 30 a 40%, e o projeto do produto com a visão lean responde de zero a 10% eficiência.

Como profissional, atuei 32 anos em uma mesma empresa de construção civil, com mais de 1.000.000 m² executados e entregues no prazo, tive a oportunidade de aplicar o modelo lean na gestão das obras denominado PCP – Planejamento e Controle da Produção e aplicação dos conceitos lean (JIT – Jus In Time) na gestão da logística e dos materiais da torre, obtendo excelentes ganhos nos desperdícios acima citado.

Segue foto de Kit de Materiais – Forro de Gesso, contendo a quantidade certa, a ser entregue no chão de fábrica na hora certa e no lugar certo, permitindo ao operário a produzir no seu tempo máximo de trabalho diário, pois não haverá falta materiais com o modelo JIT e assim o fluxo contínuo da produção acontece e não para.

No próximo artigo, vou falar sobre : Princípio 2 – Fluxo de Valor


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • LinkedIn Social Icon
bottom of page